Palco Ibérico

Dia 17 | Sexta-feira







21h00
RECANTO
Portugal
Recanto é um duo que tem como paixão as Músicas Antigas de Raiz Tradicional.

Com mais de 200 espetáculos de norte a sul de Portugal, o seu repertório assenta na recolha e pesquisa de músicas para a prática das Danças Tradicionais Europeias, a Recriação Histórica dos Mercados Medievais e um mergulho no Folclore Português.

A Música dos Recanto é uma festa e um convite a uma Viagem na Máquina do Tempo.






22h00
SKAMA LA REDE
Espanha
Com ritmos vindos da nossa vizinha Espanha, a organização do FIMI tem o prazer de anunciar a presença dos Skama la Rede.

Este grupo asturiano, saído da segunda geração do chamado “Rock Astur”, nasceu em 2003 e apresenta uma forte influência das bandas da década de 80, que iniciaram este movimento.

As letras de denúncia e crítica social, juntamente com o seu espírito combativo prometem não deixar ninguém indiferente.

Dia 18 | Sábado







21h00
O GAJO
Portugal
O GAJO nasceu em Lisboa na primavera de 2016, este é um projeto do músico João Morais que convida o público a embarcar numa viagem ao som de melodias adornadas pela viola campaniça.

João Morais, músico desde 1988, já tocou em muitas guitarras vindas de fora ao longo dos 30 anos de carreira, mas é através da viola campaniça que agora dá à música tradicional novas tonalidades, apresentando um trabalho contemporâneo sem nunca esquecer a sua Portugalidade.






22h00
GALANDUM GALUNDAINA
Portugal
Das terras de Miranda e do nordeste transmontano, chegam-nos os Galandum Galundaina, que trazem consigo a experiência de uma carreira de mais de 20 anos, que contribuiu decisivamente para o reconhecimento do património musical, das danças e da língua de Miranda do Douro.

O grupo, composto por quatro elementos, utiliza réplicas de instrumentos antigos como as gaitas-de-foles, a sanfona ou a flauta pastoril. Têm já três discos editados e um DVD gravado ao vivo. São uma presença assídua nos mais importantes festivais de world music e folk e preparam-se agora para trazer até ao FIMI, “Quatrada” o quarto álbum de originais.

Dia 19 | Domingo







17h00
CIRANDA
Portugal
Este projeto musical que junta o trompetista Gileno Santana e a acordeonista Inês Vaz apresenta ao público uma sonoridade que une o popular e o erudito, dando espaço para o encontro entre o melódico som do trompete e a riqueza harmónica e rítmica do acordeão.

Para além deste projeto musical o trompetista Gileno Santana integra a Orquestra Jazz de Matosinhos e já foi distinguido com vários prémios internacionais de jazz.

A acordeonista Inês Vaz já tocou como solista com a Orquestra Gulbenkian e Camerata Atlântica. Atualmente participa em vários projetos musicais.
Ver Grupos Antigos
Oficiais
Culturais
Institucionais
Gastronomia
Restaurante
Media
Início| Contactos| Topo
© Progestur, Website designed by Dreamframe